Início
Notícia publicada em 06/11/2014
Novembro Azul

Depois de o mês de outubro ser marcado pela campanha de mobilização para prevenção do câncer de mama, conhecida como Outubro Rosa, agora é a vez dos homens. O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem. O mês foi escolhido pois o próximo sábado (17) é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

O diagnóstico do câncer cria muitas dúvidas e inseguranças. Anote sempre as suas e pergunte para seu médico. 

Algumas sugestões de perguntas a serem feitas:

Qual é o estágio clínico e a graduação no sistema Gleason da doença? O que isso significa?
Qual o estadiamento na doença?
Quais são as minhas opções de tratamento?
Quais são as chances da doença ter se espalhado para outros órgãos? Se isso aconteceu, qual o tratamento que deve ser feito?
Você recomenda mais algum exame? Se sim, qual?
Devo considerar a vigilância ativa como uma opção? Por que ou por que não?
Você recomenda a prostatectomia radical ou radioterapia? Por quê?
Farei radioterapia antes ou após a cirurgia?
Que tipo de radioterapia é indicada para o meu caso?
Que outros tratamentos podem ser recomendados para meu caso? Por quê?
Entre os tratamentos propostos, quais são os riscos ou efeitos colaterais que podem surgir?
Quais são as chances de eu ter incontinência urinária ou impotência?
Existe chance de eu ficar estéril?
Quais são as chances de recidiva da doença?
Devo seguir uma dieta especial? Por quê?
O tratamento afetará minhas atividades diárias?
Quais são as chances de uma recidiva? Se isso acontecer, qual seria a conduta?
Que tipo de acompanhamento que será necessário após o tratamento?
Onde posso encontrar mais informações e apoio?

O prefeito Ailton Araújo lembra da necessidade do exame urológico, o toque retal, principal forma de prevenir a doença. “Peço que os homens não deixem para recorrer ao médico somente quando a doença já estiver instalada”, afirmou o prefeito.

Prefeitura Municipal de Santa Rosa do Tocantins
Contato
Praça. AnaThomaz Nunes, S/N - Centro
(63) 3388 1143
contatos@santarosa.to.gov.br
Contato úteis
Bombeiros
Correios
Delegacia da Mulher
Polícia Civil
190
Não disponível
Não disponível
Não disponível
Webmaster resp.
Jorge Alex Neri
Fone:61 92131350
E-mail: jorgealex.neri@gmail.com
© 2017 - Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Santa Rosa do Tocantins
Desenvolvido por: